sábado

Tarde de tricô com a trupe canina

O rafeiro sempre ao colo, a Loira e o Faísca a meus pés. O velhote (Faísca) desde pequenino que é a minha sombra!
O Malibu apesar de não ter tricotado nada, estava de rastos e à noite, assim que me refastelei no sofá a ver as minhas séries, aconchegou-se logo! O rafeiro deve ter genes de gato!

2 comentários:

Paula P. disse...

Estes teus cães usam cada posição! Coitada da cadelinha maior que leva sempre os outros em cima... e como é bordar ou tricotar com os cães aos pés, ou, pelo que vejo, mais "à perna"?
Bjs

Borboleta Serrana disse...

São uma excelente companhia;)