sábado

World Wide Knit in public day



Apesar da minha timidez, enchi-me de coragem e fui sozinha para o evento. Queria conhecer pessoalmente, e não apenas virtualmente, as "cenourinhas", verdadeiras profissionais do tricô! Não deu para ficar, fui só de passagem, mas gostei imenso de ter ido. Ainda vim de lá com 2 livros para, quando estiver mais à vontade com as agulhas. Ficou combinado que iria aparecer nos encontros semanais e é o que farei sempre que a família e o trabalho o permitirem.

7 comentários:

Paula P. disse...

O que fazem as cenourinhas de tão extraordinário, no mundo do tricô?????
Eu cá vou avançando com os quadrados para a manta...agora que conclui a toalha a ponto cadeia. Mas acho que ainda não está terminada...fortes "musas" andam-me convencendo a fazer um ponto à volta...e talvez tenham razão.

Borboleta Serrana disse...

As cenourinhas fazem de tudo, usando mil e uma técnicas, a uma velocidade astronómica e nem têm de olhar para o que estão a fazer, ficam simplesmente a falar umas com as outras! Uma delas, que faz tricô desde criança, (e tb é professora)utiliza a técnica Continental, que estou a tentar aprender! Foi ela que me indicou o livro da colcha, feita com 63 quadrados, em que o grau de dificuldade dos quadrados vai aumentando, e é feita apenas com 4 cores! A união ela sugeriu em crochet, no livro não sei. Estou à espera do livro há tanto tempo que espero que chegue para as férias!
bjns Paula

Borboleta Serrana disse...

No encontro estive com a tua amiga Luísa;)

Paula P. disse...

Não sei o que é a técnica continental...tens de me ensinar.
Pelo que dizes, acho que a minha mãe seria uma cenourinha, já que quando fazia tricô ( e fez milhares de camisolas!) também fazia sem olhar...era capaz de seguir um filme ou uma série na televisão e tricotar em simultâneo!
Eu já comecei a unir os quadrados...para ver o efeito. Vou agora experimentar outra técnica...Bjs

Paula P. disse...

Estive a ver um video no Blog "VeryPink" que me deu uma ideia fantástica para outra mantinha...adorei!

Irina Neto disse...

Ola Sofia! Muito boa que agora estas com nossa equipa das "cenorinhas"!!!

Paula P. disse...

Obrigada Sofia...já sei o que é "técnica continental" de tricotar! A linha ou lã está sempre nas mãos...acho muito dificil,eu não aprendi assim. Mas conheço muita gente que faz tricô dessa forma...o resultado é que importa!Bjs