segunda-feira

Mãe e filha bordadeiras

Cá por casa é assim! A minha paixão pelo bordado tinha de vir de algum lado. Todas as 5ªf , eu e a minha mãe vamos aprender um pouco mais de bordado tradicional. 5ªf passada, a sortuda "Da reformada", foi aprender na "Oficina" com as bordadeiras de Guimarães. Baldei-me à aula  porque sem a minha mãe para mim esta aula perde  o sentido, é o nosso momento de "mãe e filha"! Enquanto os meus Pais andavam por Guimarães comunicávamos pelo telemóvel, aproveitei e fiz as visitas virtuais junto com eles! Começámos pelo Museu, seguimos para a Oficina e terminámos na Loja;)
 Desta visita acentuou-se a vontade de visitar o berço da nossa Nação.
 No regresso recebi estes mimos dos meus Pais.
 O saco de sementes para aliviar e relaxar os músculos na zona das cervicais!

 A bolsinha das agulhas onde consegui aprender como se faz a bainha nestes bordados.
 E uma meada para as minhas aulas, acompanhada da história do bordado de Guimarães.
Tenho de aprender o ponto de veludo que, em teoria, até o meu Pai aprendeu "bordas, cortas e depois fazes o canotilho por cima" disse-me ele entre sorrisos. As nossas caras metades de tanto serem arrastadas para museus, exposições, lojas...já se sentem no direito de dar palpites! 

domingo

quinta-feira

My Creative Space...#3 de 2012

Redwork...

Este bordado é para um pano de tabuleiro com bainha aberta.
Também em  encarnado, mas não só, contínuo a bordar as  casinhas de "Un chat dans l'Aiguille".
A toalha de mãos terá de esperar mais uma semana!

 Tempo necessário para uma aula de crivo de Viana.
Comecei pela bainha aberta super colorida, passei a uma frase do Bordado de Guimarães, entretanto aprendi que este tipo de bordados é mono cromático e que só permite 6 cores (azul, bege, cinzento, preto, branco e encarnado, usadas separadamente), predominando o ponto de canotilho entre outros 20 pontos. A toalha virou "bordado tipo Tayari", diriam os jovens da nossa terra. Assim sendo, vou aproveitar para aprender  sobre o bordado de Viana!
O meu Creative Space é partilhado com a "trupe canina"!
A Loira fez ontem 6 anos, "Dia do pensamento" para os escoteiros!
Obrigada Kootoyoo por incentivares a partilha dos nossos espaços criativos;)

terça-feira

Almofadas para "Entre a Serra e o mar"

A minha com borboletas, a dele lisa mas numa das minhas cores favoritas

Estou na dúvida entre umas fitas ou estes "botões" para a fechar!

ponto pé de flor torcido, na almofada do José, a minha cara metade!
Vou só dar mais uns pontos, na toalha de mãos do dia dos namorados, e depois pausa para leitura.

sexta-feira

Grilhoa antiga e bainhas abertas

Na minha aula de bordados encantei-me com estes dois trabalhos!
Este bordado, a grilhoa antiga, inspirou-me a bordar uma toalha com desenhos de folha de plátano.
As bainhas abertas, penso que uma delas é a Italiana...
...vou aplicar neste meu trabalho de ponto de cruz...
 ...já só lhe faltando uma bainha para ficar pronto a ser utilizado!


quinta-feira

My Creative Space...#2 de 2012

A toalha de mãos não ficou pronta para o dia dos namorados, o que é uma vantagem pois terei de o comemorar uma vez mais;)

Até lá vou inventando e brincando com as cores e pontos. Espero que não fique assustadoramente garrida! Quanto à variedade de pontos é a minha tentativa de aprender mais uns quantos. Hoje foi o de rede da folha central e o do canotilho.
Aula de canotilho : a professora pica o tecido
depois de dar voltas e mais voltas com a linha na agulha  puxou
e por fim "endireitou" o rolinho formado! Depois foi a minha vez, parece simples e é, temos é de lhe tomar o jeito!
 Agora vou "borboletear" pelo espaço criativo e criado pela Kootoyoo.
Obrigada a todas pela partilha!

terça-feira

Dia dos namorados...

...ou dia de S. Valentim!
(esquema aqui)
 E o meu Valentine é o mesmo há bué (já faz parte do dicionário, origem talvez do quimbundo)! 
O tempo voa...

...e  nem dou por isso:)

quinta-feira

My Creative Space...#1 de 2012

Bordado de Guimarães ou de Viana?!
Uma frase, sem erros, mas ao jeito dos lenços de namorados. Será bordada a vermelho, tal como o centro da bainha aberta. No desenho gostava de aprender a fazer uns crivos, mas ainda não sei como o vou fazer. Com as cores dos lenços como a bainha?! E o centro da bainha?!
Tenho muito que magicar..."estou a fritar a pipoca", expressão utilizada pelas minhas filhas quando têm a cabeça num caos!
Ver se me inspiro com a Kootoyoo, no "Our Creative spaces"!

sexta-feira

Aula de baínhas abertas

Unha de Princesa...
remate pela professora
 O lenço de namorados que a minha mãe fez para a minha irmã, serve-me de cábula para a sequência de cores, até porque estou a utilizar as suas linhas.

Professoras, mãe e filha, no final do dia invertem os papeis e são alunas juntamente com médicas, arquitectas, outras mães e filhas. Partilham vivências ao ritmo das agulhas que vão picando o linho. Surgem árvores da Vida de Castelo Branco, bainhas abertas, lenços de namorados, peças antigas recuperadas. Há quem arrisque e aposte na criatividade, conjugando bordados tradicionais numa diversidade de peças actuais. Há quem traga ilustres convidados, como Fernando Pessoa, como?! Bordando-o! Uma inspiração para mim.
O trabalho é individual mas todas damos sempre um palpite, uma dica, "Talvez este ponto! E que tal esta cor?!". No ar paira uma constante motivação! A linha deu um nó, reza-se "Santa Ana por aqui passou, e o nó levou". A uma aula destas ninguém falta, somos todas alunas empenhadas e assíduas, é um momento nosso!

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." 
Fernando Pessoa

quinta-feira