quinta-feira

Bordando umas calças de ganga - #1

Comecei por pensar num desenho. Foi fácil, pois  há muito tempo que queria bordar cornucópias na roupa. Lembrava-me de uns desenhos que arranjei, numa das minhas visitas à "Trapos e Rendas" e fiquei toda satisfeita quando me apercebi não só que tinha o desenho ideal, como também que a minha memória estava em forma!
Na impossibilidade de utilizar a minha caixa de luz, recorri ao papel químico Pelikan, para transferir o desenho.

Para mim, um desenho bem traçado e com boa definição, é meio caminho para o bordado sair bem. Recorrendo a uma caneta que adquiri recentemente na livraria Barata, seguindo o conselho de uma colega do meu curso de bordados, defini melhor o traço. Não sendo uma caneta para este efeito, serve perfeitamente pois o traço sai com o calor do secador de cabelo! Podem escolher a grossura do bico, conforme o tipo de tecido e a cor, por isso recomendo vivamente!
caneta pilot frixion ball
A etapa seguinte, a escolha das cores, dá-me imenso gozo!
Tendo a colecção completa das cores da D.M.C, torna-se uma etapa demorada e de difícil escolha. Mas tenho sempre a oportunidade de mudar de ideias enquanto bordo.

Finalmente, comecei a bordar!
(nota: todos os pontos remetem para vídeos explicativos da Mary Corbet. É só clicar nos respectivos nomes)
Comecei pelo contorno de uma das cornucópias, a ponto caseado, a duas cores, de um e outro lado do risco, ficando os pontos intercalados.
Passei para o traço central, com o ponto de cadeia "duplo".

Passei para as folhas, que adaptei do desenho, já que as instruções era de aplicar aqui missangas, o que não é aconselhável numas calças de ganga, para serem muito usadas e sujeitas a numerosas lavagens! Preenchi a folha bordando o ponto pé de galo muito junto, contornei a ponto pé de flor e salientei o centro com o mesmo ponto, mas numa cor mais viva, amarelo.
Bordada a primeira cornucópia passei para a segunda. Entretanto mudei de ideias e repensei as cores, para não ficarem exactamente iguais.

A segunda foi mais difícil bordar, pois tive a Sushi que, ronronando, reclamava mimos e atenção!
 
 Cheguei a mudar de mesa, mas não resultou!

 Voltarei com a segunda cornucópia.
Fiquem bem!

4 comentários:

porque sim disse...

Muito bonito! E muito obrigado pela partilha dos videos, vão ser úteis, certamente

Borboleta Serrana disse...

Obrigada :)

a pele do urso disse...

já nem sei bem mas Tayari é ajuda, partilha, certo?
pois comigo deu, partilhei, tirei algumas das dúvidas e agora só me resta reconhecer que não faço porque não quero começar, a papa está já adiantada...
mas um destes dias arranco, panos e ideias não faltam, se calhar organização e determinação sim
inté um destes dias.ml

Borboleta Serrana disse...

"Tayari" = "sempre pronto"

Lema dos escoteiros;
e o meu lema é:
"Estou sempre pronta para partilhar!"