segunda-feira

Filme e malha

Nas agulhas:
Iniciei o primeiro projecto de malha 2017, um gorro para mim (este vai ser o ano da "malha egoísta!). Na manhã de sábado foi a excitação de todos os começos! A dúvida do modelo a escolher, a selecção do fio, pensar nas cores, não só se combinam mas também dando-lhes um sentido, estudar as agulhas e até o melhor comprimento dos cabos. Hoje em dia já não dispenso a consulta do projecto no Ravelry, lendo as informações partilhadas e consultando os blogs associados ao modelo.   
As cores foram limitadas em função dos novelos que tinha em casa, participando assim no KAL #stashbusting2017, da Raquel. O castanho é a cor da terra que alimenta os bosques, o azul do céu de Inverno (espero que chegue!), o branco é do meu sonho, onde os meus passos quebram o silêncio e onde me perco na paz de um bosque vestido de neve.
Preciso de o tentar terminar até sexta-feira, para o passeio do próximo fim-de-semana. Vamos ver se consigo! Se não conseguir terminar será o projecto de Janeiro para partilhar no KAL,12 meses=12 projectos, da Maria Cenoura.
As primeiras voltas foram tecidas, durante o serão, em frente à televisão a ver o filme "Dancing At Lughasa" ("A dança das paixões de 1998, um filme com a Meryl Streep).
O filme em palavras soltas:
Irlanda, família, fair isle, malha, chá, trabalhos nas agulhas, irmãs, lareira, Donnegal, campo, ovelhas, professora, galinhas, artesanato/fábricas, piquenique, álbum de fotografias, à volta da mesa, memórias.

As fotografias são de domingo, um dia em que levei a malha literalmente a passear! 
Mais do passeio no meu "diário"  fotográfico.

2 comentários:

Capinha disse...

Olá Sofia, gostei muito como descreveu de forma tão poética as cores para o seu gorro.
Espero que consiga terminar a tempo. Para isso desejo-lhe muita persistência e "garra". Eu ainda só entrei num desses "passatempos" no ano passado. Gostei mas como o meu tempo é muito irregular e tenho vários (como sempre) trabalhos em mão vou fazendo como me vai dando na minha real gana.
Continuação de bons trabalhos e um beijinho amigo *rosarinho*

Inês Sousa de Menezes disse...

Se o filme é na Irlanda de certeza que adorou, certo?