quarta-feira

Desmanchar ou não desmanchar, eis a questão!

Malha:
Nas minhas agulhas cresce uma camisola Yoke, da Kate Davies (mais informações aqui / Ravelry). Como praticamente só faço malha ao serão e não estando preocupada com a cor dos novelos, uma vez que são todos do mesmo lote, não me apercebi que o corpo estava a ficar às riscas! Levei a votação se devia ou não desmanchar, pois faltou-me a coragem para o fazer. Por unanimidade a família votou não desmanchar. Ainda assim não sei o que vou fazer!
Leitura:
Estou a ler mais um romance histórico "A amante do Duque" mas, talvez porque sinta necessidade de um enredo de cortar a respiração, tornou-se difícil viciar-me nesta leitura que, embora seja interessante, neste momento não é o livro de que sinto falta e eu preciso de sentir falta da palavra escrita na hora de deitar! Estou a precisar de um bom policial ou algo no género que crie necessidade de virar uma página e mais outra logo a seguir.
Neste livro quero destacar a editora Humanity's Friends Books, que reverte parte do lucro de cada livro editado para uma Associação de Solidariedade Social, na minha opinião, um exemplo a seguir.
depois de removido o papel apliquei
Outra escrita, outras agulhas:
O meu Stitch Journal tem crescido a um ritmo que me tem agradado, lentamente! Estando eu viciada em hexágonos, resolvi aplicar três que representam os meus filhos. No "pedaço de mim" que representa o meu filho, tendo ele tantas vezes mudado o seu rumo de vida, estou a dar pontos em direcções diferentes representando os caminhos que já percorreu. Todos os dias quando pego neste meu "diário", deixo que o momento presente trace os pontos, comande a escolha do tecido e defina a forma de me expressar. Seguindo a sugestão do meu marido, simultaneamente escrevo a razão da escolha daquele dia, evitando no final não saber "ler e interpretar" a "redacção" que bordei (algo que acredito que não acontecerá, mas fica o registo para os outros!) Nunca tinha feito nada semelhante, não sei se vou gostar do trabalho acabado, mas uma coisa é certa, tem-me dado um gozo inexplicável! 
fonte identificada na imagem

Nota: O Yarn Along foi interrompido mas eu continuarei a partilhar com este formato, às quartas-feiras, sempre que houver novidades nas minhas agulhas e nos livros de "cabeceira".

3 comentários:

Marta antão disse...

Olá, não desmanche já avançou tanto, à pouco tempo aconteceu-se-me algo semelhante e acabei por terminar o casaco e depois comprar uma tinta e tingir, para disfarçar.

Abraços

Sofia Amaral M. disse...

Obrigada Marta, mas no meu caso não vai dar para o tingir pois terá um padrão com outras cores!

Adriana Costeira disse...

Até lhe dá um certo ar! Há males que até resultam bem no final!!! Beijinhos